Quais os fatores de risco para a retinopatia diabética

 

Quais os fatores de risco para a retinopatia diabética

Os pacientes diabéticos apresentam alguns fatores de risco para o desenvolvimento dos problemas nos olhos, que são basicamente caracterizados pela retinopatia diabética.

Quais são os fatores de risco para o desenvolvimento da retinopatia diabética?

Primeiro, o paciente tem que ser diabético para ter esse problema e diabetes a pelo menos cinco anos. É muito raro o paciente com diabetes há menos de cinco anos ter algum sinal no fundo do olho caracterizado pela retinopatia diabética.

As alterações que mais levam ao aparecimento da retinopatia diabética são ao longo do tempo principalmente depois de dez anos de diabetes o mal controle da glicemia, os pacientes quando não controla bem a glicemia, tem maior risco de desenvolver a retinopatia diabética e quando ela aparece ser ainda mais grave. Outros fatores de risco também importantes são a hipertensão arterial, quando ocorre o diagnostico de diabetes o controle da pressão arterial é tão importante quanto o controle da glicemia para evitar complicações oculares e outras complicações. Sabemos que tanto diabetes quanto hipertensão arterial causam vários problemas no corpo todo. Coração, cérebro, circulação periférica, rins e todas essas alterações podem sobrevir, junto com as alterações da retinopatia diabética.

É muito importante ter esses cuidados de controle de saúde para que ocorra o menor risco, menor incidência de desenvolver retinopatia diabética e se ela ocorrer seja menos grave.

Além disso, fatores como obesidade, hábitos alimentares, atividade física e fumo, influenciam significativamente também na gravidade da retinopatia e na precocidade do aparecimento dos sintomas. Deve-se, portanto, ter cuidado de uma forma geral com a saúde para que a retinopatia diabética quando ocorrer, ocorra de uma forma mais leve clinicamente sem grande significado.

TV Ceosp

×
Olá, quero marcar uma consulta!