Plástica Ocular e estética

Postado em

A estética também é parte da abordagem da Plástica Ocular. O envelhecimento da região periocular, que em geral inicia-se entre os 45 – 50 anos, confere uma aparência “cansada” ao paciente. Procedimentos estéticos na região periocular são muito eficientes em corrigir os sinais da idade que acometem a região ao redor dos olhos.

Há uma grande diversidade de procedimentos, mas gostaríamos de destacar aqueles que são mais comuns.

Blefaroplastia

A Blefaroplastia é um procedimento cirúrgico, que trata do excesso de pele e das bolsas de gordura na região palpebral. Em muitos casos, além do ganho estético, há também melhora do aspecto funcional. A recuperação após a cirurgia é pouco dolorosa e atividades físicas devem ser evitadas nas primeiras duas semanas. A blefaroplastia pode ser realizada nas pálpebras superiores e inferiores. Não há uma idade certa para a realização deste procedimento já que o processo de envelhecimento não ocorre da mesma maneira em todos nós. Dessa maneira, a avaliação médica é fundamental para determinar o momento ideal para cirurgia.

Aplicação de Toxina Botulínica

O uso da toxina botulínica (Botox®️) na Plástica Ocular tem diversas aplicações. A aplicação de Botox®️ pode ser feita para tratamento de distúrbios funcionais da pálpebra tais como o espasmo. Em relação a estética, o uso do Botox®️ é uma poderosa arma no combate as indesejáveis rugas perioculares (mais conhecidas como “pés de galinha”). A aplicação do Botox®️ é pouco dolorosa e pode ser realizada no consultório.

Aplicação de Ácido Hialurônico (Preenchimento)

Outro procedimento minimamente invasivo muito usado para melhorar a região ao redor dos olhos trata-se do uso de “preenchedores”. O ácido hialurônico pode ajudar a melhorar as “olheiras” ao redor dos olhos, suavizando os sinais da idade. O preenchimento é um procedimento pouco doloroso e, também, pode ser feito no consultório.