Perda de Nitidez Visual pode ser Sintoma da Degeneração Macular Relacionada á Idade

A Degeneração Macular Relacionada à Idade ocorre mais após os 50 anos e a incidência aumenta à medida que as pessoas envelhecem, atingindo, por exemplo, 1 a 5% dos que têm 50 a 60 anos e por volta de 30% após 80 anos.

 
olho

 

 

Sua causa ainda não é conhecida, sendo mais suscetíveis pessoas que tenham casos na família; indivíduos de pele e olhos claros; fumantes; e quem se expõe em demasia aos raios ultravioleta do sol, sem a proteção de óculos escuros.

Há dois tipos de Degeneração Macular: a Atrófica (seca) e a Exsudativa (úmida). A Atrófica, mais comum, caracteriza-se pela diminuição do tamanho e número das células da mácula, a ponto de às vezes até desaparecerem. Já a Exsudativa resulta do crescimento dos vasos sanguíneos existentes na coróide, tecido em volta da retina, que vazam fluidos que provocam danos na mácula.

Os sintomas são diminuição súbita ou gradativa da nitidez visual, distorção da imagem e perda da capacidade de ver detalhes.

A prevenção é fundamental! Como não se conhece a causa da Degeneração Macular, não é possível evitar sua formação, porém as pessoas mais suscetíveis podem diminuir os riscos com algumas medidas básicas, como não fumar e evitar se expor de maneira excessiva aos raios ultravioleta do sol.

Estudos americanos multicêntricos comprovam que o consumo de verduras verde-escuras, ricas em vitaminas A, E e antioxidantes como selênio, zinco, betacaroteno, luteína e zeaxantina, baixam o risco em pelo menos 25%.

A forma Atrófica só pode ser tratada de maneira paliativa com lentes especiais. A Exsudativa dispõe de tratamentos como, Terapia Fotodinâmica e uso de substâncias inibidoras do crescimento vascular (drogas anti-angiogênicas como Avastin e Lucents). Consultar um oftalmologista com especialização em retina e realizar o tratamento o mais cedo, poderá estabilizar o quadro.

Prof. Dr. Michel Eid Farah
Diretor do CEOSP

Relação de Newsletters

×
Olá, quero marcar uma consulta!