Injeção de Triancinolona

A injeção intravítrea de Triancinolona é uma técnica de tratamento na qual utiliza-se uma agulha de calibre igual a 30 gauge para administração de um corticóide de depósito que tem como ação principal à inibição ou diminuição da permeabilidade vascular capilar, além de diminuição do processo inflamatório e melhora das condições metabólicas locais em tecidos de alta sensibilidade como a retina e a coróide.

É preconizada para tratamento de edema de mácula, acúmulo de fluído intra e sub-retiniano de diversas origens como nos casos de membrana neovascular de coróide, complementação de tratamento como a Termoterapia Transpupilar, Fototrombose mediada pela Indocianina Verde e Terapia Fotodinâmica com Verterporfirina (Visudyne) e também após a Fotocoagulação.

Muitas vezes pode ser associado a procedimentos cirúrgicos como vitrectomia via pars plana como forma complementar de terapia de casos resistentes aos tratamentos convencionais.

O procedimento é realizado em centro cirúrgico ambulatorial, com todos cuidados de assepsia e anti-sepsia para se evitar infecção. O paciente deve permanecer com curativo ocular no dia do tratamento. Após a terapia deve-se permanecer em decúbito dorsal por 2 a 3 dias para se obter maior depósito de corticóide na região afetada, período após o qual o posicionamento é liberado.

Essa técnica tem apresentado grandes vantagens para o tratamento de acúmulo de fluídos no pólo posterior do olho com melhora da acuidade visual em um número significativo de casos. O tratamento pode ser repetido na dependência da evolução.

×
Olá, quero marcar uma consulta!