Administração de Triancinolona

A injeção intravítrea de Triancinolona é uma técnica de tratamento de alta precisão em que se utiliza uma agulha de calibre muito fino para injeção de um corticóide de depósito para uso intra-ocular que tem como ação principal à inibição ou diminuição da permeabilidade vascular capilar, além do controle do processo inflamatório e melhora das condições metabólicas locais em vários tecidos de alta sensibilidade como a retina e a coróide.

É preconizada para tratamento de edema de mácula, acúmulo de fluído intra e sub-retiniano de diversas causas como nos casos de retinopatias de origem vascular como por exemplo: diabetes melitus, hipertensão arterial, obstruções venosas ou na membrana neovascular de coróide associada a Degeneração Macular Relacionada à Idade ou a outras doenças como terapia clínica ou complementação de Fototrombose mediada pela Indocianina Verde e Terapia Fotodinâmica com Verterporfirina (Visudyne) da mesma forma que antes ou após a Fotocoagulação.

Muitas vezes pode ser associado a procedimentos cirúrgicos ou como forma complementar de terapia de casos resistentes aos tratamentos convencionais.

O procedimento é realizado em centro cirúrgico ambulatorial, com todos cuidados de assepsia e esterilização para se evitar efeitos adversos. O paciente deve permanecer com curativo ocular no dia do tratamento.

Essa técnica tem apresentado grandes vantagens na diminuição de acúmulo de fluídos no pólo posterior do olho com melhora da acuidade visual em um número significativo de casos. O tratamento pode ser repetido na dependência da evolução.

Prof. Dr. Michel Eid Farah
Diretor do CEOSP

Relação de Newsletters

×
Olá, quero marcar uma consulta!