Tonometria de Aplanação

DEFINIÇÃO E INDICAÇÕES

Medida da pressão intra-ocular baseando-se no contato de um instrumento à superfície da córnea previamente anestesiada. O exame não é desconfortável, mas é necessária colaboração do paciente para fixação do olhar. O exame tem resultado em mmHg e há uma faixa de normalidade, embora existam diferentes limites de tolerabilidade.
A faixa de normalidade para a pressão ocular varia de 10 a 20 mmHg, Tonometria de aplanação é indicada para diagnosticar e acompanhar casos de hipertensão ocular secundária a medicamentos tópicos (colírios, havendo indicação deste exame em períodos pré e pós-operatórios de cirurgias oculares: catarata, glaucoma, refrativa, transplante de córnea, descolamento de retina, vitrectomia).
Em caso de hipertensão ocular relacionada ao dano glaucomatoso do disco óptico, caracteriza-se a doença glaucoma, tornando este exame essencial para o acompanhamento de portadores, avaliando a efetividade do tratamento anti-glaucomatoso a longo prazo (idealmente a cada 3 meses e em mensurações seriadas repetidas em horários diferentes).
Este exame também é indicado para diagnóstico e acompanhamento de casos de hipotonia do bulbo e distúrbios da pressão ocular após traumatismo.

 

ORIENTAÇÕES NECESSÁRIAS

    • Não há necessidade de jejum;
    • Caso o paciente use lente de contato, deve-se orientá-lo para retirá-las na hora da mensuração, voltando a utilizá-las logo após o procedimento;
    • Não suspender medicamentos e/ou colírios;
    • Utiliza-se colírio anestésico que não deixa a visão embaçada (somente uma sensação de amortecimento que dura 30 minutos);
    • O paciente é orientado para encostar a região frontal na testeira tocando-se o centro da córnea com o instrumento que fornece a medida da pressão em mmHg;
    • O exame deverá ser feito com fixação do olhar;
    • Várias medidas são repetidas para compor uma média aritmética;
    • O exame é difícil em crianças pequenas ou pacientes pouco colaborativos.

REGIÕES ESTUDADAS

Segmento anterior do olho, obtendo-se a quantificação da pressão intra-ocular ou pressão ocular.

 

INTERPRETAÇÃO E COMENTÁRIOS

 

O glaucoma é uma doença crônica e evolutiva em caso de não tratamento.
A pressão ocular alta deverá ser tratada pois é pouco tolerada pelas fibras nervosas do nervo óptico. Havendo perda destas fibras, ocorre um defeito no campo visual caracterizando-se assim a doença glaucomatosa.

×
Olá, quero marcar uma consulta!