Biometria Ultra-Sônica

DEFINIÇÃO E INDICAÇÕES

A biometria ocular é a medida do comprimento axial do bulbo ocular e de suas estruturas (câmara anterior, cristalino e cavidade vítrea) utilizando-se ultra-som. É indicada para o cálculo da lente intra-ocular para cirurgias de catarata, ou cirurgias de córnea, retina e vítreo. É importante no pré-operatório de catarata congênita, embora seja de difícil execução em crianças pequenas. Também é indicada para o acompanhamento de doenças que alteram o comprimento axial do olho, para permitir a monitorização do crescimento do bulbo ocular em crianças e verificar a assimetria do comprimento axial em portadores de anormalidades (alta miopia, glaucoma congênito, coloboma, microftalmia, catarata congênita).

Para calcular o poder dióptrico da lente intra-ocular (LIO) a ser implantada, há diversas fórmulas, cada tipo mais indicado para um tipo de bulbo ocular. Estas fórmulas precisam de dados para calcular a LIO: ceratometria, comprimento axial, constante da LIO (cada fabricante fornece esta constante, que tem relação com a posição em que esta lente será colocada durante a cirurgia). Pode-se programar a refração final do indivíduo portador de catarata com acurácia acima de 80% para olhos com comprimento médio. Olhos curtos (hipermétropes) e olhos longos diminuem a previsibilidade do método.

biometriaultrassonica

ORIENTAÇÕES NECESSÁRIAS

  • Não necessita de preparo prévio do paciente;
  • Não suspender medicamentos e/ou colírios em uso;
  • Primeiramente utiliza-se um aparelho chamado topógrafo para medir a curvatura da córnea, dado que precisa ser inserido no aparelho de biometria (biômetro);
  • Será utilizado colírio anestésico, portanto é método indolor (cujo efeito é de 15 minutos);
  • Realizados seguidos toques da sonda de ultra-som à córnea para determinação de valores;
  • A cooperação é essencial (olhos devem estar parados, fixos, durante o exame);
  • Ligeiro distúrbio de visão (embaçamento) durante 15 minutos.

REGIÕES ESTUDADAS

Cinco picos principais referentes aos ecos de interfaces intra-oculares estão presentes: córnea, face anterior do cristalino, face posterior do cristalino, retina – esclera e gordura orbitária. Estuda o comprimento axial do olho e de suas estruturas internas.

INTERPRETAÇÃO E COMENTÁRIOS

A importância do cálculo preciso das lentes intra-oculares tem aumentado com o desenvolvimento do controle cirúrgico do astigmatismo e também do crescimento das expectativas do paciente e cirurgião. Os dados essenciais para um cálculo confiável dependem do valor pré-operatório do comprimento axial e da ceratometria, pois se houver um erro de 0,3 mm nessa medida, isso acarretará um erro de 1 Dioptria no cálculo da LIO. A previsibilidade do cálculo biométrico dependerá também da técnica cirúrgica empregada, do tipo da lente intra-ocular colocada. Não é possível diagnosticar lesões retinianas, maculares ou nervosas que predisponham à baixa acuidade visual pós-operatória somente por meio do exame de biometria. O erro biométrico é mais freqüente em pacientes com comprimentos axiais extremos (alta miopia, alta hipermetropia) ou já submetidos a cirurgia corneana prévia (refrativa, transplante, etc.), cirurgias de glaucoma, de retina e vítreo, cicatrizes ou traumatismos prévios. Altos graus de astigmatismo em doenças corneanas (ceratocone, degeneração pelúcida, ectasia corneana) levam a erro no cálculo biométrico.

×
Olá, quero marcar uma consulta!