Dia Mundial da Diabetes

Postado em

Dia 14 de novembro é o Dia Mundial do Diabetes. A data é comemorada desde 1991 pela Federação Internacional de Diabetes (IDF: International Diabetes Federation) e pela Organização Mundial de Saúde como dia Mundial de Diabetes. O objetivo deste dia é chamar a atenção dos cidadãos e governantes para a problemática do Diabetes.

O diabetes está associado a diversas complicações como a disfunção e falência dos rins, do sistema nervoso, do coração e dos vasos sanguíneos. O olho é um dos principais órgãos lesados pelo diabetes.

A Retinopatia Diabética é causada por danos aos vasos sanguíneos da retina, camada interna e posterior do olho. Tempo de doença e Glicemia mal controlada são importantes fatores de risco.

Os primeiros sintomas incluem moscas volantes, borrões, áreas escuras na visão e dificuldade de distinguir cores. Quando se tem a forma mais avançada, o paciente pode já perder a visão subitamente, por um sangramento grave dentro do olho ou mesmo por um descolamento de retina.

Diagnóstico
O exame de Mapeamento de Retina permite ao oftalmologista uma melhor observação do polo posterior e da periferia da retina. Além do diagnóstico, possibilita a classificação da doença e norteia todo o tratamento a ser adotado.

Tratamento
A retinopatia diabética não tem cura. Contudo, se for tratada de forma adequada é possível prevenir e reduzir a perda de visão. O tratamento depende do estágio da doença. Alguns deles são:
•Fotocoagulação com laser de argônio: é o procedimento pelo qual pequenas áreas da retina doente são cauterizadas um laser na tentativa de preservar as áreas mais nobres da retina.
•Aplicação intravítrea de medicamentos: É uma injeção de medicamentos dentro do vítreo (substância gelatinosa que preenche a porção posterior do olho). Essa terapia visa a regressão da proliferação de vasos sanguíneos ineficientes e mais propensos a sangramento, além de diminuir edemas na retina.

Cirurgia: há diversas técnicas cirúrgicas que podem ser adotadas, geralmente em quadros mais graves, com descolamento de retina devido ao diabetes.

Os principais métodos de evitar a Retinopatia Diabética são controle cuidadoso com dieta adequada, controle da glicemia com medicamentos e acompanhamento regular com o oftalmologista para mapeamento de retina.