Ceratite Bacteriana

Postado em

A ceratite bacteriana é uma condição que envolve infecção da córnea.

A ceratite bacteriana ocorre, mais comumente, com o rompimento do epitélio da córnea podendo criar um cenário convidativo à invasão de várias bactérias.

Doenças da superfície ocular, como síndrome do olho seco, blefarite crônica e patologias palpebrais também podem causar ceratite bacteriana.

Ela ocorre também com muita frequência em pacientes que usam lentes de contato. Por isso, existe uma grande necessidade de aumentar a educação a respeito da utilização e limpeza adequadas de lentes de contato.

A gravidade da infecção da córnea, em geral, depende da condição subjacente e de qual é a patogenicidade da bactéria responsável pela infecção. Mas, se não tratada, a ceratite bacteriana pode até causar cegueira.

Existem diversas bactérias diferentes que podem causar ceratite bacteriana. Em alguns casos a progressão pode ser rápida, portanto, quanto antes o diagnóstico for feito e o tratamento realizado melhor será o prognóstico.

Os principais sintomas são: dor, vermelhidão, visão turva, secreção, infiltrados corneanos, ulcerações, fotofobia e inflamação da câmara anterior.

Diante da suspeita de ceratite bacteriana, testes diagnósticos microbiológicos para identificar bactérias a partir das culturas da córnea devem ser considerados e realizados.

Para o tratamento, colírios antibióticos são normalmente utilizados e, em casos muito graves, pode ainda de fazer uso combinado de mais de um tipo de antibiótico.

Quanto mais cedo a ceratite bacteriana for encontrada e tratada, maiores as chances de preservar a visão do paciente. Caso note qualquer alteração nos olhos, agende o quanto antes uma consulta no CEOSP.