Angioplex (OCT-A)

DEFINIÇÃO

A angiografia por tomografia de coerência óptica (OCT-A) é uma técnica não invasiva para imagiologia da microvasculatura da retina e coroide. Utiliza a reflectância da luz laser da superfície dos glóbulos vermelhos em movimento para representar com precisão os vasos através de diferentes áreas segmentadas do olho, eliminando assim a necessidade de corantes.

Necessária dilatação da pupila para melhor avaliação das estruturas internas. Não necessária na avaliação de segmento anterior. Vantagens sobre os métodos convencionais de angiografia: Menor tempo de aquisição e um processo não invasivo, evitando efeitos adversos sistêmicos e até reações anafiláticas. OCT-A fornece informações de imagem “3-D” da mácula e visualiza os capilares peripapilares que suprem a camada de fibras nervosas da retina.

INDICAÇÕES

RETINA

  • Retinopatia diabética
  • Degeneração macular relacionada à idade seca
  • Degeneração macular relacionada à idade úmida
  • Coriorretinopatia serosa central
  • Oclusões vasculares
  • Telangiectasia macular
  • Membranas neovasculares coroidais

GLAUCOMA

  • Ferramenta útil para avaliar a perfusão do disco óptico em olhos glaucomatosos.

UVEÍTE

  • Plexo capilar retiniano superficial – Na vasculite inflamatória, é capaz de detectar a queda capilar dos vasos retinianos superficiais.
  • Plexo capilar profundo da retina – É capaz de detectar padrões associados ao edema macular cistóide.
  • Coriocapilares – em condições inflamatórias associadas à redução do fluxo coroidal ou isquemia, a OCT-A foi capaz de detectar áreas de vazios.

SEGMENTO ANTERIOR

  • Ferramenta útil para avaliar e comparar vascularização da conjuntiva e íris. Assim como neovasos na córnea (pós transplante, uso lentes de contato).

ORIENTAÇÕES NECESSÁRIAS

  • Não há necessidade de Jejum;
  • Dilatação da pupila de ambos os olhos, com embaçamento visual temporário em média, de 6 a 8 horas de duração;
  • Em alguns casos não haverá necessidade de dilatação.
  • Presença de acompanhante maior de 18 anos é opcional não obrigatória;
  • Durante o exame, são feitas projeções luminosas do fundo de olho que utilizam laser de baixa intensidade;
  • Não há a necessidade de suspensão de qualquer medicação e/ou de colírios exceto mióticos (ex: pilocarpina).

REGIÕES ESTUDADAS

O paciente é orientado para apoiar o queixo e a testa devendo olhar para a luz de fixação. Um feixe luminoso passa em frente ao olho, realizando rastreamento, sendo importante manter o olhar concentrado durante todo procedimento.

O fluxo sanguíneo é estudado nas camadas da retina e coróide centrais e peripapilares, assim como nervo óptico e interface vítreo-retiniana. Pode-se também avaliar estruturas anteriores como córnea, conjuntiva e íris.

INTERPRETAÇÃO E COMENTÁRIOS

A tomografia de coerência óptica Angioplex (OCT-A) permite a análise do fluxo sanguíneo dos vasos oculares. Por ser um exame não invasivo, é um método seguro. Se assemelha ao exame de angiografia fluorescente, mas sem uso de contraste.

Em caso de opacidade significativa de meios como catarata e hemorragia vítrea, o exame poderá ser realizado, com possíveis presenças de artefatos. Mesmo assim poderá ajudar na diagnose.

O equipamento dispõe as imagens dos fluxos sanguíneos separados em camadas da retina e da coroide, como cortes histológicos seriados, podendo fornecer imagens tridimensionais da vasculatura ocular. Pequenas lesões podem ser identificadas, medidas e acompanhadas com esta técnica. Limitações e Artefatos

  • As opacidades de meios podem levar à atenuação de sinal e ao artefato de sombreamento.
  • Exame extremamente sensível ao movimento e requer colaboração do paciente.
  • Quantidades muito baixas de fluxo sanguíneo próximas ao limiar do dispositivo podem não ser detectadas
×
Olá, quero marcar uma consulta!